Resenha: Meu Amor é um Vampiro


Oi pessoal, com o lançamento esse final de semana do “Meu Amor é um Anjo” e nosso Especial de Dia dos Namorados (que diga se de passagem é capaz de fazer com que o Will deixe o site cor de rosa), só nos resta realmente acreditar que o romantismo impera nos corações, mais não só naqueles que batem transmitindo vida para o corpo, mais também esta no coração daqueles que em teoria não deveriam amar. Príncipes estes, que até pouco tempo faziam parte dos pesadelos de muitos e que hoje em dia são o sonho distante das jovens meninas.

Venho trazer aqui pra vocês a resenha do primeiro volume da Coleção Amores Proibidos da Editora Draco.
Meu Amor é um Vampiro trata de ver estes seres noturnos de uma maneira diferente, ou da maneira que poucos sempre os viram (que é meu caso).

Com a organização de Eric Novello e Janaína Chervezan e com o prefacio e um conto de Giulia Moon o livro trás histórias onde os instintos vampirescos são mais românticos mesmo às vezes sendo assustadores.

Vampiros que não ligam no dia seguinte ou lhe pedem em casamento, você pode conhecê-los no colégio ou no shopping e eles sempre terão uma frase romântica pra dizer, tem pra todos os gostos.

Para o que a antologia se propôs (e eu acho que isso é o mais importante a se avaliar quando se trata de uma antologia) todos os contos estão perfeitamente bem encaixados, pois eles nos mostram as diferentes faces de um romance, cada um a sua maneira.

Nos contos de Adriana Araújo (A Primeira Noite de Neblina), Nazarethe Fonseca (O Rosa e o Negro), Helena Gomes (Sede) e Cristina Rodrigues (O Vermelho do Teu Sangue), o titulo da antologia se encaixa perfeitamente, seus vampiros são aquele tipo de namorado que qualquer uma levaria pra almoçar em casa no domingo, cavalheiros que somem ou não depois de uma noite encantadora ou de uma aventura perigosa, eles com certeza tiraram e ainda vão tirar muitos suspiros, e falando em vampiros que nos fazem suspirar e trocando o gênero, no conto Nix de Giulia Moon, a vampira faz com que a imagem de vampirO herói que salva a mocinha pode ser mudada.

Já no conto O vampiro Genérico (Rosana Rios), um tom de suspense é adicionado a atmosfera, assim como em Meu Amor Eterno (Ana C. Silveira), que além de suspense traz um pouco do drama em escolher entre dois caminhos.

Valéria Hadel (O Presente) e Regina Drummond (Feio Como a Fome) faz com que o romance e uma pitada de humor se espalhe, um nos mostra a vida de uma vampira que não pode se ver no espelho e o outro, bom, já pelo titulo se pode ver que é bem criativo.

 Tudo é questão de preferência, Edward o Conde Drácula, ou melhor, Louis ou Lestat? Eu recomendo que leiam toda a antologia, escolham os contos prediletos e nos contem…

Nathalia F.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s